Tag de navegação

Leblon

Passeios

5 ruas famosas para visitar no Rio

Destacada

Separei 5 ruas famosas para visitar no Rio, que acho lindas ou históricas e são passeios gostosos de se fazer, com ótimas opções de gastronomia e comércio. Continue lendo

Dicas & Compras Gastronomia

Carolinas Feito em Casa

Hoje vou falar sobre as amigas Carolinas que fazem uns bolos e cookies maravilhosos e começaram a vender nas feiras de bairro da zona sul do Rio.

Quitutes artesanais confeccionados cuidadosamente, com ingredientes selecionados e qualidade controlada. Assim são as comidinhas da marca Carolinas Feito em Casa, das Carolinas Quintanilha e Marussig, que se conheceram na pracinha do bairro onde moram e conversando descobriram que tinham muito mais em comum do que apenas o nome.

Criada em 2012, Carolinas veio inspirada no londrino Borough Market, o mais antigo e renomado mercado londrino, fonte do que há de melhor em termos de produtos britânicos e internacionais. Explorar a simplicidade mas ao mesmo tempo a sofisticação dos sabores é o maior diferencial de seus produtos.

Seguindo essa ideia – e um livro recheado de muitas receitas de família -, o local escolhido para a venda não poderia ser outro senão as feirinhas de bairro. Os produtos variam de um dia para outro, mas em geral é possível encontrar quase sempre os cookies, brownies, pães, bolos, bolos sem glúten, massa de pizza, batata palha e chips, barrinha de aveia, torta de banana, tartelete de morango com chocolate, entre outros.

Para quem quiser experimentar, é só correr para as feiras de rua do Leblon, todas as quintas, e da Gávea, às sextas! E não vá com muita fome para não cair em tentação.

 

Feira do Leblon
Rua José Linhares, em frente ao Supermercado Hortifruti

Feira da Gávea
Praça Santos Dummont, em frente a escola Municipal

1

4

5

7

1

2

3

6

Passeios

Welcome to Dias Ferreira!

Como diria a música da Carmem Miranda: o que é que a baiana tem? Só que, no caso, deveríamos dizer: o que é que essa rua tem?

A resposta é simples: a Rua Dias Ferreira, no bairro do Leblon, tem tudo: é charmosa, bacana, descolada e todas essas palavras inventadas para expressar as coisas que são muito legais. A Dias Ferreira vai além de point gastronômico. Passear pela Dias Ferreira é um programa! Aqui vai a sugestão de um pequeno roteiro para quem quiser dar um “rolé” por lá.

Comece pelo fim. Pelo fim da rua, ou melhor, pelo lado da Rua Bartholomeu Mitre.

Chegue na hora do almoço direto para o CT Boucherie, do chef Claude Troisgros. Os grelhados com acompanhamento são um must (you must have this experience!). Escolhe-se um tipo de carne (pode ser galeto ou salmão, para os adeptos da carne branca) e acompanhamentos vão passando pela mesa. Do puré de maçã com maracujá, ratatouille, arroz maluco, puré de abóbora, batata baroa, tomate assado, feijão branco, enfim, é uma opção melhor que a outra! De comer rezando….

CT1-

 

Depois, dê uma esticada na Sorveteria Brasil, logo ao lado. Há várias opções de sorvetes de fruta, que são os “carros chefes” da casa. Peça logo duas bolas, porque é difícil escolher um só sabor.SORVETERIA BRASILSORVETERIA BRASIL

SORVETERIA BRASIL

SORVETERIA BRASIL

Agora, seguimos para o passeio porque a tarde promete!! A terceira parada ainda é nessa quadra: loja de acessórios Frida Khalo. Lá há camisetas, brincos, pulseiras, quadros e objetos super coloridos, bem ao estilo da pintora mexicana.

FRIDA ACESSORIOS-2

FRIDA ACESSORIOS-3

FRIDA ACESSORIOS-4

 

Próxima parada: Bel Trufas – a melhor trufa do Rio! As meninas que atendem são super simpáticas e a própria Bel está sempre por lá. Tome um café e coma uma trufa (ou duas!). Há a tradicional, de limão, crocante, café, limão siciliano, pistache, ovomaltine e outras delícias.

BEL TRUFAS-1

BEL TRUFAS-2

BEL TRUFAS-3

BEL TRUFAS-3

Dê uma espreitada na Poeira, loja de decoração com tudo que há de mais in para decoração dos moderninhos.

POEIRA

 

Amou aquela luminária, mas não pode comprar no momento? Não fique triste e siga para a Casa Granado. Lá você vai se deliciar com os cheiros e as embalagens lindas dos produtos. Os sabonetes de glicerina são bárbaros e a linha Pink é demais! Quem curte cremes e afins vai ficar doida. Há uma linha para bebês e uma linha para cães, porque eles também merecem, não é? Por ser inicialmente uma farmácia, a Granado tem uma filosofia de tratamento e vários produtos com esse fim. Não há como sair sem uma sacolinha…

GRANADO-1

GRANADO-2

GRANADO-3

GRANADO-4

 

Atravesse a rua. Seguiremos para a Livraria Argumento. Um charme à parte, a Argumento é daqueles lugares que a gente entra e não quer sair. O pessoal é simpático, te ajuda em tudo que você precisar e ainda tem o Café Severino que é super agradável. Se der, beba um café e deixe pago um ‘café para o próximo’, que nada mais é que pagar um café para alguém que você não conhece (e provavelmente nem vai conhecer) que ainda virá a aparecer por lá. A seção de livros infantis é gostosa demais! A criançada adora e fica horas ali. E nós incentivamos porque – inspirando no poetinha – leitura é fundamental!

ARGUMENTO-1

ARGUMENTO-2

ARGUMENTO-3

ARGUMENTO-4

CAFE SEVERINO-1

CAFE SEVERINO-2

CAFE SEVERINO-3

CAFE SEVERINO-4

 

Avance para a próxima quadra e vá à A&C Album. Se gosta de scrapbook e coisas bonitas, vai ficar louca! Há oficinas de scrap, biscoitos, doces e outros e é possível fazer álbuns personalizados (sob encomenda ou você mesmo montar). Para quem gosta de novidades, é de perder a cabeça!! Atenção: a A&C Album e Scrap fica na sobreloja em cima do restaurante Brigitte’s. Há uma escada ao lado que dá acesso à sobreloja.

A&C-

A&C-1

A&C-2

A&C-3

A&C-4

A&C-5

 

Cansou de andar? Está com dores nos pés? Vá comprar umas espadrilles na Felipa. A loja só vende espadrilles e há imensas opções: rasteiras, baixas, altas, super altas. E as cores? Nem te falo… É a cara do Rio. Faça como na loja de sorvete: leve logo duas :)

FELIPA-1

FELIPA-2

FELIPA-3

 

No fim, para descansar, marque com aqueles amigos queridos, ou com o marido/namorado ou ainda com todo mundo junto
e vá jantar no Quadrucci ou comer uns aperitivos no Pipo (do Felipe Bronze). No fim das contas, o que vale mesmo é o programa legal que acabou de fazer!

*Não posso deixar de citar o Celeiro, restaurante maravilhoso e super tradicional que só existe no Leblon e só abre para almoço, de segunda à sábado. TUDO é bom!! As saladas são incríveis e os doces…. não dá para não experimentar.

**Essa é apenas uma sugestão de roteiro. Obviamente a rua oferece muitas opções de restaurantes, de lojas, de serviços, mas para não me estender muito tive que fazer uma seleção do que faria em um dia de passeio por lá!!

Espero que aproveitem as dicas! Abaixo os sites de cada local:

http://www.ctboucherie.com.br/

http://www.sorvetebrasil.com.br/

http://www.beltrufas.com.br/

http://www.poeiraonline.com/html/loja.asp

https://www.granado.com.br/

http://www.livrariaargumento.com.br/

http://www.acalbum.com.br/

http://www.felipa.com.br/

http://www.quadrucci.com.br/

http://www.piporestaurante.com/

http://www.celeiroculinaria.com.br/

 

Até a próxima!

Analu

Passeios

Mirante do Leblon

Olá, queridos!

O post de hoje é sobre um cantinho lindo aqui do Rio que estou para mostrar há tempos!

É uma das vistas mais inspiradoras daqui, o Mirante do Leblon, ele fica no comecinho da Avenida Niemeyer, bem no final da praia do Leblon.

O mirante foi construído em cima de um grande deck de madeira, apoiado sobre rochas, e de lá tem-se a belíssima vista da orla do Leblon e Ipanema, assim como das pedras do caminho que vai para São Conrado. Lá você vai encontrar alguns pescadores também, bem comum em certas épocas.

Pra quem gosta de se exercitar apreciando a paisagem, experimente fazer uma boa caminhada até lá saindo de Copacabana ou de Ipanema e vá admirando toda a orla da zonal sul (mas vá preparado, de tênis, roupinhas apropriadas se optar por andar a orla toda, hein!), você pode parar no meio do caminho, admirar as praias e quando chegar lá no mirante, sentar num dos quiosques e tomar uma água de coco geladinha ou uma cerveja, para os apreciadores. Depois é só admirar a paisagem, e é de se emocionar viu! Vá em dia de sol, é muito mais bonito!

Caso não curta muito fazer essa caminhadinha de uns 7,5km (pouco vai… rs), basta ir de carro, lá tem estacionamento no local, ou até de ônibus e andar um pouquinho até chegar no mirante.

Divirtam-se e vejam algumas fotos para se inspirarem :)

1

2

3

4

6

5

7

8

 

Me siga nas redes sociais ;)

Instagram: @thailisemonteiro
Facebook: www.facebook.com/blogacaradorio
Twitter: @thailisecosinha
Youtube: www.youtube.com/user/acaradoriopontocom
Snapchat: thataacaradorio

 

Informações úteis:

Aluguel de carro no Rio: www.rentalcars.com

Onde ficar no Rio: www.booking.com/riodejaneiro

 

Passeios

Hora de correr!

Oie! Lá vem eu com dicas ;)

Hoje é para caminhadas e corridinhas, fico muito inspirada quando vejo o dia lindo lá fora!
Aqui no Rio tem muitos lugares bonitos para fazer esse tipo de exercício. Eu sou super adepta de exercícios físicos e adoro os dois: caminhar e correr. De Copa ao Leme e Copa ao Leblon eram os percursos que eu mais fazia com o maridão (agora com a mudança de bairro vou postar futuramente nosso local preferido, ainda estou testando)! Nem preciso dizer que as paisagens são super inspiradoras, né?

Vai aí uma listinha de alguns lugares famosos por aqui para vocês se animarem! Tirei da matéria da Time Out Rio de Janeiro.

Parque do Flamengo – 4km

Flamengo
Ligeiramente melancólico! Tudo porque, aqui, aquele merecido “mergulho no mar pós-corrida”, não é uma boa ideia, por causa da poluição da água. A praia do Flamengo e o parque que se estende ao longo de seu comprimento tem cenas lindas, no entanto (ou “por enquanto”, para os otimistas que apostam na despoluição da Baía), apenas para fazer exercício. Desde os primeiros raios de sol, já se vê o aquecimento para jogos de frescobol, vôlei e futvôlei, equipes de terceira idade praticando Tai-Chi-Chuan e enxames de corredores e ciclistas.

Inicie no extremo sul, no restaurante Porcão, para um pouco de inspiração, e siga a linha do caminho entre as árvores e em volta da enseada da Baía. O percurso inteiro é devidamente marcado a cada cem metros e contorna o mar com curvas bem recortadas, tornando a paisagem ainda mais interessante.

A corrida proporcionará a vista de campos de futebol e um parque de skate antes de chegar à mais bela curva: da Marina da Glória. A partir daí, você vai passar pelos barcos e pelo Memorial da Segunda Guerra Mundial com o túmulo do soldado perdido – um bom lugar para fazer uma pausa ou utilizar a “rotunda” para retornar para aonde você veio. Para não refazer exatamente os mesmos passos, há sempre a rota à beira-mar, após a Marina, que é grande o suficiente para acomodar todos no corredor: moto, tráfego e pedestres, e é um pouco mais direta (lê-se: mais curta), no caminho sinuoso do parque.

Leblon, Ipanema, Arpoador – 3,7 km

Leblon
Quase tão amado quanto a Lagoa, este é o segundo percurso de corrida mais popular da cidade, e é fácil perceber o porquê: cruzar ao longo da mais bela praia urbana, junto com as pessoas bonitas que lá frequentam. Qualquer um que ainda precise de um estímulo para correr, terá toda a inspiração que precisa direto do calçadão: o desfile dos físicos esculpidos ao ritmo das ondas batendo ao lado do Atlântico.

Particularmente popular ao pôr do sol e também aos domingos, quando uma das pista de trânsito fecha, criando um espaço extra super valioso (apenas tome cuidado com o skate motorizado!). Também tem a vantagem de ter 7 km (ida e volta), que é uma boa distância para se percorrer, com a constante brisa do mar.

Lagoa – 7,5 km

Lagoa
O trecho clássico escolhido por muitos corredores na Zona Sul, a Lagoa é quase uma volta olímpica perfeita de 7,5 quilômetros. Uma medida boa para o exercício fazer efeito, mas sem matar você no processo. Cada intervalo de 100m é marcado no chão e assim fica fácil manter um controle sobre a distância que você já deixou para trás. O recuo do Cantagalo pode iludir e dar a impressão de que resta menos para acabar do que realmente falta. Que bom! Ameniza psicologicamente o cansaço e as calorias perdidas agradecem!

As vistas são espetaculares, o horário do pôr do sol é sensacional para correr e você consegue ver quatro bairros diferentes pelo caminho. Lembre-se, porém, de ficar sempre atento à noite, pois nem todo o percurso é bem iluminado e há relatos ocasionais de assaltos ao longo do caminho. Mas você não estará usando o seu “rolex de ouro” justamente durante sua corrida, certo?

Copacabana-Leme – 4,15 km

Copa
A paisagem, de novo, faz toda a diferença! Mas os 8,3km de extensão (ida e volta) podem assustar os corredores com menos preparo físico. Comece pela manhã, em frente ao Sofitel, perto do Forte de Copacabana, onde o sol nasce por cima do seu ombro direito e depois despeja um banho de luz solar em toda a praia. Durante o percurso, você poderá observar as idas e vindas dos vários hotéis internacionais ao longo do caminho, incluindo o suntuoso Copacabana Palace. Dependendo do dia, você pode sentir inveja ou orgulho quando passarem os cambaleantes saídos das boates em Copa, com o olhar ferido de toda aquela luz da manhã. A paz retorna ao percurso após a Avenida Princesa Isabel, de onde você pode, e deve, dar aquele belo mergulho no final do Leme, olhando os pescadores.

Praia de Botafogo e Urca “loop” – 7 km

Botafogo
Não é exatamente uma trilha de corrida, mas a rota “loop” da Urca é um caminho perfeito e oferece muitos estímulos visuais para o corredor que gosta de se distrair. Inicie no final da Praia de Botafogo e, embora o início pareça um pouco pesado, você vai sentir a recompensa do ar fresco da Urca, assim que descer na Avenida Pasteur. A partir daí, há duas opções, dependendo do seu nível de energia: primeiro é continuar pela pista Cláudio Coutinho, do lado esquerdo da Praia Vermelha, com 2,5 km (só ida). Esta pista de corrida fica em torno da base do Morro da Urca. Seu nível é fácil e a vista cinematográgfica, para o mar aberto, proporciona um momento de conexão muito especial com a natureza em volta. Como alternativa, um pouco antes do fim da estrada, vire à esquerda para Rua Ramon Franco, que dá acesso à Urca, onde o corredor passa pelas casas desse bairro histórico, de curiosos e moradores descontraídos. Continue até o final da rua para encontrar sua recompensa: a beira das águas da Baía de Guanabara. Já dentro do bairro, a mureta de pedra será a sua guia, e seguindo até o final, o percurso necessariamente lhe jogará nos braços da tentação local mais famosa: o Bar Urca, com suas várias delícias fritas com cerveja de garrafa, sempe geladérrima. Seja direto na sua escolha, sem remorsos: entregue-se ou acelere o passo!

Na volta, ao invés de ir pela Ramon Franco, siga reto pela mureta, curtindo mais um pouquinho a vista para a Baía de Guanabara e a Ponte Rio-Niterói sobre seu ombro. No finalzinho da rua, já saindo da Urca, o bônus: visual da pequena ponte sobre o passado pitoresco da primeira versão histórica do piscinão de Ramos, onde hoje fica uma mini-marina para os barcos de pesca. Da Avenida Pasteur, trata-se de uma linha reta novamente para voltar à praia de Botafogo, onde você pode finalmente sentar e relaxar, olhando os elegantes barcos do iate clube.

 

E aí, qual o preferido de vocês?

Beijos da Thata

Me siga nas redes sociais ;)

Instagram: @thailisemonteiro
Facebook: www.facebook.com/blogacaradorio
Twitter: @thailisecosinha
Youtube: www.youtube.com/user/acaradoriopontocom
Snapchat: thataacaradorio

 

Informações úteis:

Aluguel de carro no Rio: www.rentalcars.com

Onde ficar no Rio: www.booking.com/riodejaneiro