Casa e decoração Shopping Gávea
Minhas experiências

O que fazer em Foz do Iguaçu: passeios e pontos turísticos

Aqui vai o roteirinho do que fazer em Foz do Iguaçu, todos os passeios e pontos turísticos por quais passei na viagem que fiz com minha amiga Nairoquinha, do Embarque na Viagem e Gastronomia Etc. Demora, mas sai! Porque daqui a pouco tem mais #acaradorio pelo mundo e #acaradorioviaja por aqui e lá no meu Instagram, não deixem de acompanhar!  

Passeio de Kattamaram

Imperdível para ver aquelas cores alaranjadas deslumbrantes do horizonte do Lago de Itaipu, que fica na Itaipu Binacional. Fizemos o passeio do pôr do sol que sai do Porto Kattamaram às 17h (19h no horário de verão). A empresa parceira que fez nosso transfer (também o receptivo) durante todos os passeios na viagem, que super recomendo, foi a Brasil das Águas Tur. A embarcação é muito confortável e estável, o passeio é uma delícia e dura aproximadamente 1 hora, conta com serviço de bar e cozinha e durante e tem música! Super agradável e combina demais com o visual, eles pensam em tudo. Lá nos destaques VIAGEM do meu Instagram tem os stories e no feed também postei um vídeo desse momento mágico, veja abaixo. Para adquirir os ingressos, ver os preços atualizados e os horários disponíveis, confira no site https://www.kattamaram.com.br/o-kattamaram.

Parque das Aves

Passeio obrigatório, assim com visitar as Cataratas! Se não for ao Parque das Aves de Foz do Iguaçu, é como se não tivesse visitado a cidade. O parque é uma das atrações mais visitadas de Foz, seus habitantes dão um show a parte, aves multicoloridas (cerca de 1300) de 143 espécies! Tivemos uma verdadeira aula com a guia do parque sobre as várias espécies e a história encantadora do lugar. Ele nasceu de uma belo ideal: acolher, tratar e proteger aves resgatadas de situações de maus tratos e comércio ilegal.

O Parque das Aves é o maior parque de aves da América Latina, são dezenas de setores com três grandes viveiros de imersão onde você pode entrar e interagir com as diversas espécies, tirar foto, mas não pegar nem encostar, já que está no habitat delas e não são domesticadas, apenas convivem bem com a movimentação por estarem acostumadas. Você vai encontrar flamingos, tucanos, papagaios, corujas, araras, seriemas, jandaias, harpias, beija-flores e muitas outras espécies. Grande parte dessas espécies são brasileiras, algumas delas ameaçadas de extinção, além de aves exóticas e borboletas, que dá para pegar na mão dentro do Borboletário!

A visita dura cerca de duas horas, mas você pode ficar quanto tempo quiser. Há o passeio básico, que foi o que fizemos, a Forest Experience e a Backstage Experience (recomendo muito, você alimenta as aves! Não conseguimos fazer porque choveu no dia programado, uma pena). Veja no site oficial as opções e valores dos passeios.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Blog A Cara do Rio (@thailisemonteiro) em

Almoço no Porto Canoas

Destaque para esse restaurante delicioso, o único que fica dentro do Parque Nacional do Iguaçu. Logo após o passeio ao Parque das Aves, essa foi nossa parada para o almoço. A locomoção dentro do parque – depois que você adquire os ingressos na entrada (fizemos isso assim que chegamos no Belmond Cataratas, já que ele é o único hotel dentro do parque e que dá acesso às Cataratas do Iguaçu a qualquer hora do dia, inclusive antes do parque abrir aos visitantes (veja nesse post) – é feita de ônibus que circulam o dia todo ali e leva por todo o parque, inclusive até o Porto Canoas.

Ele fica num deck com vista para a Garganta do Diabo, uma das quedas mais bonitas das Cataratas. Perfeito para descansar do passeio e degustar uma gostosa culinária regional e brasileira. O buffet por quilo tem vários tipos de saladas, 10 pratos quentes e sobremesas e funciona apenas durante o almoço. Custa R$40 por pessoa (fora bebidas), achei ótimo custo-benefício pela variedade, qualidade e ambiente. Se for em grupo, é melhor reservar com antecedência. Mais informações aqui.

Macuco Safari

Ah… se você gosta de aventura, frio na barriga e não liga para se molhar (MUITO!), esse é o seu passeio! É aquele lugar para lavar a alma mesmo! Não adianta achar que vai molhar pouco… haha… você vai entrar, ou melhor, MERGULHAR, de corpo e alma nas quedas das cataratas. Muito incrível, chega a dar uma pequena aflição de tanta água no rosto, tipo ou você grita e engole água pra caramba ou você respira. Escolha antes OK? (Lá nos meus stories tem os vídeos hilários! Sente o drama e a amiga gritando horrores (porque estava amando mesmo, não era de medo não!).

Molha muito ou pouco?

O Macuco Safári fica dentro do Parque Nacional do Iguaçu também (há 30 anos), ou seja, dentro de uma unidade de conservação tombada pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade. Acho um passeio imperdível, apesar de caro, mas é uma experiência única. A dica é ir em dias de sol e com roupas de banho por baixo, por cima use roupas leves e que sequem rápido, além de levar capa própria para molhar o celular e documentos, se quiser levar dentro da roupa. Dependendo do horário do passeio, você pode passar muito frio depois (tivemos sorte no dia, porque eu sou mega friorenta!). Confira todos os preços e opções de passeios aqui.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Blog A Cara do Rio (@thailisemonteiro) em

Cataratas do Iguaçu

Visitamos as cataratas do lado brasileiro, dizem que é muito difícil eleger o lado mais bonito, se é o brasileiro ou o argentino. Eu amei absolutamente tudo, melhor ainda porque estávamos hospedadas no Belmond Cataratas e fizemos um passeio bem cedinho com um guia do hotel – que eles oferecem à parte essa e outras experiências – chama-se PASSEIO MATINAL, uma caminhada pela trilha das cataratas antes do parque abrir aos visitantes. Foi nos oferecido um café da manhã leve e energizante e vimos as primeiras luzes do dia. O guia explica detalhes sobre a fauna e flora da região e fornecem binóculos para aproveitar ao máximo a experiência. Um passeio de 1h30 aproximadamente (leve repelente e vá com roupas confortáveis de ginástica).

Num outro dia é que fomos adentrar realmente pelas cataratas, dessa vez no pôr do sol, com o parque já fechado para o público, foi MARAVILHOSO! Aproveitamos muito, tiramos muitas fotos com quase ninguém em volta e também nos molhamos muito… rs. Sério, pra mim não vale a pena gastar comprando capa de chuva (a menos que queira levar como lembrança), porque se for até o final da passarela (tem gente que não vai por ter aflição com a quantidade de água no rosto), vai se molhar pra valer! Tá tudinho lá nos stories >> @thailisemonteiro (nos destaques VIAGENS). Todas as informações de valores e opções de passeios das Cataratas do Iguaçu você encontra aqui.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Blog A Cara do Rio (@thailisemonteiro) em

Molha ou não molha? Será mesmo que tem necessidade de capa de chuva? Acho que só se estiver bem encapadinha mesmo, e for demorar para voltar ao hotel.

Marco das Três Fronteiras

O local onde os três países se unem, de lá avistamos as fronteiras do Brasil, Argentina e Paraguai. Do obelisco brasileiro, fixado há mais de 100 anos com as cores da bandeira do Brasil, o visitante tem a oportunidade de fazer uma imersão na história do país e do continente.

Foto: Marcos Labanca

Antigamente o local não era muito atrativo, mas depois de uma bela reforma há várias coisas legais para conhecer lá, principalmente saber mais sobre a história da região. É um passeio relativamente rápido, você pode fazer numa manhã ou tarde para pegar o pôr do sol, acredito que em 3 horas tenha visto tudo com bastante calma, incluindo tempo para jantar no restaurante Cabeza de Vaca, que tem esse nome por ser inspirado e também por homenagear o desbravador espanhol Álvar Núñez Cabeza de Vaca. Em 1542, ele descobriu acidentalmente as Cataratas do Iguaçu – Maravilha Mundial da Natureza – ao descer o rio em uma canoa para chegar a Assunção, capital do Paraguai. Foi dele também a façanha de concluir que a América era um continente.

Foto: Marcos Labanca

No Marco das Três Fronteiras há um cenário especial, a Vila Cenográfica das Missões Jesuíticas, ambientação histórica do local em que viviam os índios e os padres jesuítas nos séculos 16 e 17. Visite o Memorial Cabeza de Vaca para saber tudo sobre a história, assista a um show cultural, contemple o show de luzes e águas do Obelisco e tire foto na placa mais famosa do lugar, que tem vista para os rios Iguaçu e Paraná. Mais informações no site oficial.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Blog A Cara do Rio (@thailisemonteiro) em

Mesquita Omar Ibn Al-Khattab

Sabia que é um dos pontos mais procurados e visitados em Foz do Iguaçu? Eu estava curiosa para conhecer um pouco mais sobre o islamismo e visitar um templo. Foi minha primeira vez e aprender sobre outras religiões diferentes da sua é muito enriquecedor. Atenção para os horários da apresentação sobre a história da religião no interior do templo, dura aproximadamente 40 minutos, mas se você for muito curioso e, acredite, é incrível ouvir a sábia senhora explicando a história e diferenças das outras religiões, vai querer ficar mais tempo. Vá com roupas que cubram o corpo, nada de shorts, saias ou decotes, e se quiser leve seu próprio lenço para cobrir a cabeça e ombros. Mas se não tiver, logo na entrada um rapaz muito educado e simpático vai oferecer um dos muitos que ficam dispostos lá para as visitantes mulheres. Eu simplesmente fiquei encantada com a forma como ele arrumou o lenço da maneira correta, pois só pode ficar uma parte pequena do rosto à mostra. Veja todos os detalhes do passeio na matéria da Nairoquinha aqui.

Templo Budista Chen Tien

Um passeio para fazer com tempo, sem pressa, separe 1h30 a 2 horas. Além do lugar ser lindo e propício para meditação e calmaria, há vários pontos para tirar fotos e silenciar a mente ao som da natureza. Em Foz do Iguaçu várias etnias conviveram em harmonia e deixaram um legado maravilhoso para nós, vamos aproveitar e respeitar, mesmo que não seja sua religião. O templo é um lugar sagrado para os budistas, então não faça barulho e respeite cada estátua ou imagem que se deparar.

Mi La Pu-San, o Buda sorridente te recepciona logo na entrada

O Templo Budista Chen Tien é o segundo maior templo da América Latina, foi construído pela comunidade chinesa de Foz do Iguaçu em 1996 e está localizado num parque de 50 hectares às margens do Rio Paraná. De lá você consegue ver uma parte do centro da cidade e também de Ciudad Del Este, no Paraguai, já que o templo fica numa região alta da cidade. Destaque para os jardins muito bem cuidados com os 108 Amitabha, estátuas de 2,5m de altura, alinhadas em direção ao pôr do sol, que representam a reencarnação de Buda na terra. Cada estátua é identificada com nomes das diferentes famílias que fizeram doações para a construção do templo.

Buda Shakyamuni — Sidarta Gautama. A forma como ele está representado, deitado, indica o seu estágio de Nirvana.

Ao final da visita, do outro lado do jardim principal, há uma lojinha de artesanato e souvenires. Você pode comprar um kit com incensos, velas e cartões para acender e deixar suas mensagens no templo, achei demais! Claro que deixei as minhas lá, boas energias e vibrações são sempre bem-vindas.
Se quiser saber todos os detalhes do que vai encontrar por lá, nessa matéria Naira explica tudinho, inclusive sobre o Budismo.

Visita a Itaipu Binacional

Recomendo separar um tempinho para conhecer a maior usina hidrelétrica do mundo, afinal está localizada em nosso país, de fácil acesso. Não deixe de conhecer, é um mundo à parte. Fizemos o passeio Itaipu Panorâmica e Itaipu Ecomuseu. Aqui no site oficial você tem várias opções e estão todos os horários e valores atualizados. Fique realmente impressionada com o tamanho da usina e com ela funciona, um ótimo passeio para ir com crianças também.

Voo panorâmico em Foz do Iguaçu

Se você gosta das alturas, esse é o passeio mais lindo para ver as Cataratas do Iguaçu! Que presente de Deus, 10 ou 35 minutos admirando essa obra de arte lá do céu, uma experiência única para quem quer muito investir em algo diferente por lá. Desde 1972, a HELISUL Taxi Aéreo realiza voos panorâmicos de helicóptero sobre as Cataratas do Iguaçu. A empresa é especializada em fretamentos aéreos com helicópteros e voos panorâmicos sob Foz do Iguaçu e outros municípios.

Aberto diariamente das 9h às 17h30 – inclusive domingo e feriados. Para reservas: 55 (45) 3529 7474 ou atendimento@helisul.com. Nem preciso dizer que foi um dos passeios mais divertidos e inusitados que fizemos por lá, não é?

E assim terminou uma viagem maravilhosa de 8 dias por Foz do Iguaçu, um período em que você consegue fazer todos esses passeios tranquilamente. Espero que tenham gostado das dicas!

 

Beijos da Thata

Me siga nas redes sociais ;)

Instagram: @thailisemonteiro | @acaradorio
Facebook: www.facebook.com/blogacaradorio
Twitter: @thailisecosinha
Youtube: www.youtube.com/user/acaradoriopontocom

Booking.com

Você pode gostar também